Sobre Ipanema

bairro do Ipanema

Ipanema é um bairro nobre da cidade brasileira do Rio de Janeiro, fundado, em 1894, por José Antônio Moreira, conde de Ipanema. Faz divisa com os bairros de Copacabana, Leblon e Lagoa.

Etimologia

O nome dado pelos índios Ipanema significa "água ruim, rio sem peixes" em tupi-guarani.
O nome faz referência a uma região em Sorocaba, onde José Antônio Moreira Filho (1830-1899), feito segundo barão de Ipanema em 1847 (e conde em 1868), tinha uma metalúrgica. Nessa mesma região, havia a Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema, aos pés do Morro de Ipanema. Era um minerador e comprou as terras onde hoje está localizado o bairro carioca e decidiu homenagear seu local de nascimento, a vila de São João de Ipanema, hoje pertencente a cidade de Iperó.

História

O desenvolvimento da Zona Sul foi forçado pela chegada da corte portuguesa no século XIX, quando a população da cidade (capital na ocasião) passou de sessenta mil para quinhentos mil habitantes. A corte preferiu seguir rumo norte, em direção à Floresta da Tijuca, enquanto o corpo diplomático e os ingleses preferiram a Zona Sul, onde só havia vilas de pescadores.

O loteamento de Ipanema começou após a fundação da Villa Ipanema em 1894 pelo conde de Ipanema. Apesar de Ipanema ter-se desenvolvido primeiro que o Leblon, as terras de Ipanema também pertenceram ao francês Charles Le Blond, que as vendeu a Francisco José Fialho, que por sua vez as vendeu ao conde de Ipanema em 1878.

Interessado no loteamento da região, o conde de Ipanema configurou as praças Marechal Floriano Peixoto (atual Praça General Osório) e Coronel Valadares (atual Nossa Senhora da Paz), abriu a avenida Vieira Souto, as ruas Alberto de Campos, Farme de Amoedo, Prudente de Morais, Nascimento Silva, Montenegro (atual Vinícius de Moraes), Vinte de Novembro (avenida Visconde de Pirajá), Quatro de Dezembro (hoje Teixeira de Melo), Dezesseis de Novembro (Jangadeiros), Vinte e Oito de Agosto (Barão da Torre), entre outras.

O período de maior adensamento do bairro se deu a partir dos anos 60, quando houve o avanço da especulação imobiliária sobre o bairro, substituindo casas por edifícios. Os preços dos imóveis disparam e Ipanema passa a ser um dos bairros mais caros do Rio de Janeiro. Sinônimo de vanguarda, nos anos 60 e 70, Ipanema é palco do Tropicalismo, da Bossa-Nova, do Pasquim, do Teatro de Ipanema, da tanga e do top-less.

A partir dos anos 1990, passou a ser freqüentado pela comunidade homossexual de todo o Rio de Janeiro. Atualmente, conta com diversas atrações que buscam cativar este público, tanto na Praia de Ipanema quanto no bairro, como por exemplo na rua Farme de Amoedo.

Praia de Ipanema

Praia de Ipanema

Os visitantes da praia de Ipanema devem ter cuidado na hora de mergulhar, pois há correntezas fortes. O Arpoador, uma das pontas de Ipanema, é um paraíso do surfe. O Posto 9 é considerado um dos melhores pontos da praia carioca, frequentado por celebridades e pelos jovens. Um hábito bastante comum é aplaudir o por do sol, um costume lançado no verão de 68/69, quando o jornalista Carlos Leonam, inconformado com a beleza, começou a aplaudir, sendo logo em seguida acompanhado pela roda de amigos, que contava com a presença de Gláuber Rocha, João Saldanha, Jô Soares, entre outros. Esse costume de aplaudir o pôr-do-sol foi consagrado pelo publicitário Roberto Duailibi, numa propaganda para televisão de protetor solar.

Comércio

O comércio de luxo vem crescendo no bairro, lojas e boutiques como Osklen e Farm tem suas origens ligadas ao bairro. As sedes de grandes joalherias como Amsterdam Sauer e H Stern também são localizadas em Ipanema. Grandes marcas internacionais como Mont Blanc e Louis Vutton também escolheram lojas em pontos do bairro. Estas lojas se concentram nas ruas Garcia D'Avila e Visconde de Pirajá (principalmente na galeria Forum de Ipanema), e Maria Quitéria.

O bairro ainda possui alguns dos melhores e mais tradicionais bares e restaurantes do Rio de Janeiro, como o Bar Garota de Ipanema, onde Vinícius de Morais criou a famosa canção. Podemos citar também o Bar Vinte, na Visconde de Pirajá, onde antigamente o bonde fazia a volta e o bar Paz e Amor, na esquina das ruas Garcia D'ávila e Nascimento Silva.

O primeiro supermercado da rede Zona Sul, conhecida pelo seu padrão de qualidade e serviço se encontra próximo à praça General Osório. Além das feiras de frutas e verduras nas praças General Osório e Nossa Senhora da Paz, aos domingos acontece a tradicional Feira Hippie, com venda de artesanato e quadros.

Turismo

Ipanema figura entre os principais pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro, tanto para turistas brasileiros quanto internacionais. Todo ano, turistas lotam o tradicional Bairro de Ipanema e sua praia.

O parque garota de Ipanema e a pedra do Arpoador são pontos turísticos interessantes. Assim como a vista para o Morro Dois Irmãos, um cartão postal do Rio de Janeiro.

Merece destaque também a Igreja Nossa Senhora da Paz, recentemente reformada.

Recentemente vários Albergues tem sido instalados no Bairro, o que aumentou consideravelmente o número de turistas nas ruas. E valorizou imóveis antes menos procurados, como pequenas casas em vilas do bairro.

Para homenagear a comunidade de moradores deste maravilho bairro, o Encontra Rio de Janeiro criou o Encontra Ipanema na Cidade RJ.

Notícias do Ipanema

Blog do Guia do Bairro Ipanema

Receba notícias por e-mail
Cadastre-se e receba notícias de Ipanema por e-mail
 

Limites - Bairros Vizinhos - Zona Sul RJ

Copacabana, Leblon e Lagoa.

Dados Principais sobre Ipanema

População -
Renda média -
IDH 0,962
Subprefeitura Zona Sul
Região Administrativa Lagoa
Área Geográfica Sul

Vídeo sobre o Bairro de Ipanema
Veja mais vídeos sobre o Bairro de Ipanema

Mapa Ipanema - Ver outros: Mapa Rio de Janeiro

 

Moradores ilustres de Ipanema

   

  Sobre o EncontraIpanema
Fale com EncontraIpanema
ANUNCIE: Com Destaque | Anuncie Grátis

siga o Encontra Ipanema no Facebook siga o Encontra Ipanema no Twitter Encontra Ipanema no Google+


Termos EncontraIpanema | Privacidade EncontraIpanema